Parada reúne público de 100 mil pessoas em prol do orgulho LGBT

Fonte: A Gazeta do Acre

Um verdadeiro sucesso! Assim pode ser resumida a VI edição da Parada Gay (ou do Orgulho LGBT – Lésbicas, Gays, Bi e Transexuais). Com uma imensidão de cores vivas tomando conta do Segundo Distrito da cidade, o maior espetáculo da diversidade bateu todos os recordes com  público surpreendente de 100 mil pessoas, conforme estimativas oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.Foram recebidos desfilantes de todo o Estado, além de comitivas de vários cantos do país. Uma vitória massiva para a causa!
pgay
A estimativa é referente a todos os eventos da parada, desde  concentração na Gameleira (com show cover da Lady Gaga) e o desfile pela Via Chico Mendes, até o show de encerramento com a banda Moinho no estacionamento do estádio Arena da Floresta.

Com tamanha participação popular, a parada já é uma das maiores festas acreanas. E tem tudo para consolidar ainda mais este título. Em comparação com o desfile de 2009, que teve 75 mil pessoas, a mobilização de público deste ano foi 25% (1/4) maior. Já em relação ao quantitativo da sua 1ª edição (2005), a diferença é mais acentuada ainda, com acréscimo de quase 6 vezes (566,66%), ou seja, saltou de 15 para 100 mil pessoas.

De acordo com Germano Marino, presidente da Associação dos Homossexuais do Acre (Ahac), o público inicial esperado era de 75 mil pessoas, depois passou para 80 mil. Isto é, o desfile deste ano superou todas as melhores expectativas da entidade. Para o ativista homossexual, o ponto mais positivo é que isso mostra a presença das famílias acreanas em prol da celebração da causa LGBT, condenando práticas socialmente exclusivas, tais como o preconceito, a discriminação, o estereótipo e/ou a indiferença.

“Com esta edição, não podemos dizer que a parada só atingiu suas metas. Ela foi muito além, superando todas as nossas melhores projeções. E o mais importante foi ver tantas classes da sociedade acreana misturadas, envolvidas, convivendo entre si sem nenhum tipo de constrangimento. Foi uma festa onde vimos ricos e pobres lado a lado”, afirma.

Espetáculo pacífico – Outra grande conquista conceitual para o movimento LGBT foi o andamento da Parada Gay sem casos de violência. Conforme Germano Marino, a PM e o Detran não registraram nenhuma ocorrência de tumulto, desordem ou confusão antes e durante toda festa (relacionado), tanto na parte de policiamento, quanto de trânsito.

“Foi um evento tranqüilo, com violência zero. Por isso, atraiu tantas pessoas de fora. Só de Rondônia foram 3 ônibus lotados de participantes, além daqueles que preferiram vir de avião. Também recebemos um grande público do interior do Estado”, completa ele.
pgay1
pgay2
pgay3
Emanuelle Araújo da banda Moinho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: