Tremeu!

No primeiro dia do curso, uma companheira peruana fez questão de nos dar todas as instruções sobre como proceder em caso de tremor, ou terremoto, já que estamos numa região onde os sismos são muito comuns e possíveis a qualquer momento. Ouvi com atenção, mas mantendo no coração a filosofia do “não vai acontecer comigo”.

Pois às 2h30 da matina, mais ou menos, tremeu. Um barulhão assim “wooooooooooooovvvvvvv”, seguida de uma buzina que parecia buzina de carreta ou de trem (já que estamos colados à auto-estrada e a uma ferrovia), mas que hoje de manhã me disseram que é o alerta para que as pessoas saiam para as áreas seguras.

Nunca senti meu coração bater tão forte. Achei que ia morrer de falência dele… Foi muito rápido, quando acordei, já estava acabando. Mas sentir a cama balançar durante o seu justo sono não é – definitivamente – uma experiência agradável.

Esperemos que não se repita, não se replique, não venha algo maior até o dia 1º de maio!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: