RJ: Cidinha da Silva lança “Os nove pentes d’África”

O Núcleo de Mulheres do Grupo Arco-Íris (GAI) convida para o lançamento do mais novo livro da escritora mineira Cidinha da Silva, “Os nove pentes d’África”. Nesta obra, tradição e contemporaneidade tecem um bordado de poesia e surpresa na tela de uma família negra brasileira. Os pentes herdados pelos nove netos de Francisco Ayrá são a pedra de toque para abordar a pulsão de vida presente nas experiências das personagens e rituais cotidianos da narrativa.

“Os nove pentes d’África” marcam a estreia de Cidinha na literatura infanto-juvenil, e o Núcleo de Mulheres do GAI convida a todas as lésbicas, mulheres trans e a todas as pessoas que estejam no Rio de Janeiro neste verão a trazerem suas crianças e adolescentes para conhecer a obra da escritora Cidinha da Silva.

O livro de Cidinha da Silva cativa pela descrição minuciosa do universo das relações familiares, pela reverência à sabedoria dos mais velhos e à ancestralidade africana. A motivação criadora, segundo Cidinha da Silva, veio de casa, dos pequenos da família “e em especial, de uma sobrinha que, aos seis anos, em processo de alfabetização, soletrava as letras do Tridente – referência ao seu segundo livro Cada Tridente em seu lugar” -. Aquilo me comovia e angustiava. Expliquei que se tratava de um livro para adultos, por isso as letras eram pequenas e daí sua dificuldade para ler. Ela então me perguntou: “- Tia quando você vai escrever livros para crianças?”.

Era a senha que faltava para a escritora mergulhar nesse novo processo criativo. Ela está fascinada pela experiência. “Creio que farei este caminho por algum tempo. Estou determinada a ser lida pelos pequenos da minha casa, enquanto são pequenos, e fico felicíssima quando minhas sobrinhas e irmãos levam meus livros para a biblioteca da escola em que estudam, ou quando encontram meus livros por lá e vêm me contar. É delicioso sentir que eles têm orgulho de mim e agora poderão ler minha literatura sem esforço, apenas por prazer”.

Com um texto pautado pela emoção, em que a prosa a cada linha é pura poesia, a mais recente obra literária de Cidinha da Silva terá, com certeza, leitura disputada pelas pessoas adultas. A história construída em 56 páginas, com ilustração da atriz e artista plástica Iléa Ferraz, é lançamento da Mazza Edições, editora de Belo Horizonte, Minas Gerais.

A publicação será apresentada na próxima quinta-feira, dia 21 de janeiro, na sede do Grupo Arco-Íris, a partir das 19h. Após a apresentação do livro, será servido um coquetel às pessoas presentes. O Grupo Arco-Íris fica na Rua do Senado, 230 – cobertura.

Outras publicações da autora – “Ações afirmativas em educação: experiências brasileiras”, de 2003, um livro de ensaios organizado por Cidinha da Silva com a parceria de sete outros autores e autoras.  “Cada tridente em seu lugar”, já em segunda edição (2006/2007), é o primeiro livro de ficção. Em 2008, Cidinha da Silva publicou “Você me deixe, viu? Eu vou bater meu tambor”, um conjunto de 26 textos, entre crônicas e mini-contos, que gira em torno das afetividades, da sexualidade, do amor e do corpo. Alguns deles também serão apresentados e estarão à venda na próxima quinta-feira, na sede do GAI.

Serviço
O que é: Lançamento do livro de Cidinha da Silva: Os nove pentes d´África
Quando: quinta-feira, dia 21 de janeiro de 2010

Horário: 19h
Onde: Grupo Arco-Íris, Rua do Senado, 230 – cobertura

Cidinha da Silva – cidinha.tridente@gmail.com
http://www.cidinhadasilva.blogspot.com

A orelha do Pentes!

“Cidinha da Silva é uma amiga minha que escreve como quem trança ou destrança cabelos e nos presenteia com pentes presentes cheios de passado que nos ajudam a destrinçar o futuro. Seus pentes são pontes de compreensão entre o que somos nós negros brasileiros agora, nossos avós recentes e os tais ancestrais africanos. E pontes entre nós e nossos filhos e sobrinhos, os que vêm depois de nós. Compreensão aqui que eu digo é aquele entendimento afetuoso, apaixonado até e cheio de compaixão no sentido de gratidão pelo que se é. Pelo que nós somos: família, solidariedade e contradição na difícil tarefa de encontrarmos, cada um, nosso papel de levar adiante a história coletiva e ao mesmo tempo afirmar o traço intransferivelmente pessoal do indivíduo. Estar com a mãe e nascer, ser da famíla e ir embora, constituir a sua própria (que ainda é a mesma). É aí que mora o penteado: saber qual é o pente que te penteia. Para os mais jovens, a quem se destina a princípio este livro, mas também para os nem tão jovens assim são generosas as pistas sopradas ao nosso ouvido por essa contadora de história. Escutadora atenta, agora vem a griot nos atentar doce e profundamente. Vem aqui nos alentar deschavando nós e nos ajudando a achar laços nesse desconchavado mundo. Vem reforçar nossas ligações básicas, comunitárias, domésticas. É tão certeiro e tão bem-vindo esse livro que lê-lo me encheu de orgulho e admiração. Pelo tema e pela forma. Sei que os próximos leitores de “Pentes” sentir-se-ão gratos a Cidinha da Silva, como eu”. (Chico César, compositor).

Anúncios

Uma resposta to “RJ: Cidinha da Silva lança “Os nove pentes d’África””

  1. Maria Olina Souza Says:

    Trabalhei em um projeto socioeducativo com o livro Os Nove Pentes d’Africa, e além de estimular a leitura, pude abordar as questões relativas as relações raciais com seriedade e leveza.
    O livro contém uma narrativa envolvente e inteligente. Uma aluna diz que parece “conhecer” os personagens, sobretudo o Vô Francisco.
    Parabéns Cidinha, tenho recomendado seu livro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: