Manifesto do artigo feminino

Por Dê Jota, publicado no Dykerama.com

Cansei de Parêntesis!Eu, sujeita definida, podendo ser simples ou composta, cansei de ser excluída das especificidades e de me ver generalizada em “os” ou entre parêntesis. Essa generalização masculinizante é fruto e prova de uma construção sócio-cultural pensada por seres machos, e excludente.

Protesto contra a subutilização da forma feminina para construir discursos e rejeito a masculinização das mulheres a serviço da concisão textual. Ora, se “A pessoa”, substantivo feminino simples, variável em gênero número e grau é o instrumento discursivo que pode designar toda a humanidade, porque o termo generalizante largamente utilizado tem que ser “o homem”?

O ser humano pode ser substituido por a humanidade, mas a pessoa humana não abre precedente para uma construção frasal em que o homem seja o sujeito, sempre. Porque cargas d’água as pessoas continuam excluindo as presentes? “Boa noite a todos” não inclui as mulheres; mas se flexionamos para “boa noite a todas” estamos falando com todas as pessoas presentes.

Rejeito o gênero vacilante! Rejeito a uniformidade do comum de dois, do epiceno e do sobre comum. Respeitem a minha individualidade e não me generalizem em classes gramaticais. Quero um discurso inclusivo em todos os aspectos linguísticos e que venham a mim os substantivos biformes e os heterônimos. Venha a mim uma uniformidade que generalize o mundo das palavras para a forma feminina nos concretos, abstratos, comuns, próprios e coletivos. Quero a desinência de gênero feminina!

Cansei de viver entre parêntesis!

Anúncios

Uma resposta to “Manifesto do artigo feminino”

  1. Mírian Macedo Says:

    Dê Jota,
    Tu tens o meu apoio: nada de generalizações. Afinal, a igualdade da pessoa é um dos direitos humanos. Ops, ‘humanos’ vem do latim ‘homine’, que significa ‘homem’. E ‘humanidade’ , e pessoa ‘humana’, e ‘humanismo”. Tu não vais aceitar estas palavras, não é? Abaixo todas, é machismo! Delenda dictionariu!
    PS 1: não precisas eliminar ‘homossexual’. Neste caso, ‘homo’ não signfica ‘homem’, mas ‘da mesma natureza, semelhante’. Não é latim, é grego.
    PS 2: o substantivo ‘pessoa’ não é variável em gênero, pois não existe ‘a’ pessoa e ‘o’ pessoa. É classificado como ‘sobrecomum’, como ‘a criança’, ‘o indivíduo’ e ‘a vítima’.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: