Contra a homofobia no Santa Marta

Polícia Militar vai investigar atitudes homofóbicas no Morro Santa Marta. Secretaria Estadual de Educação também reunirá diretores de escolas da Baixada.

Do jornal O Dia

Rio – A Polícia Militar instaurou procedimento para investigar a denúncia de que PMs que participam da ocupação no Morro Santa Marta, em Botafogo, teriam agredido homossexuais. Como O DIA mostrou segunda-feira, gays, lésbicas e travestis que moram na favela acusam policiais de cometer atitudes homofóbicas.

“Não vamos compactuar com nenhuma atitude preconceituosa cometida por policiais. Se forem comprovados esses desvios de conduta, os responsáveis por essas agressões serão punidos”, prometeu o relações-públicas da PM, major Oderlei Santos.

A intolerância sexual também será discutida durante o segundo encontro da Jornada de Educação e Cidadania LGBT e Combate à Homofobia. Organizado pela Secretaria Estadual de Educação, o evento, que será realizado em Nova Iguaçu, vai reunir 208 diretores de escolas de oito municípios da Baixada Fluminense.

Desde domingo O DIA vem mostrando o drama de homossexuais que são perseguidos por sua orientação sexual. Levantamento feito pela ONG Conexão G mostra que pelo menos um gay é agredido por dia nas favelas do Rio. Entre 2007 e 2008, 190 foram assassinados, o que torna o Brasil o país mais homofóbico do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: